A Grande Farsa do Aquecimento Global

https://i.ytimg.com/vi/vKRE8H8vK74/maxresdefault.jpg

A Grande Farsa do Aquecimento GlobalThe Great Global Warming Swindle(título original em inglês)Trata-se de um documentário produzido pelo britânico Martin Durkin e exibido no dia 8 de março de 2007 para a Channel 4 (…) que apresenta ideias opostas àquelas sobre as quais se baseiam os estudos sobre o aquecimento global.O filme apresenta cientistas, economistas, políticos, escritores e outros céticos do consenso científico sobre o aquecimento global antropogênico. A publicidade ao programa afirma que o aquecimento global provocado pelo homem é uma mentira, o maior embuste dos tempos modernos. O canal que exibiu o documentário no descreveu o filme como: “uma polêmica que une as opiniões bem documentadas de cientistas respeitados para alcançar as mesmas conclusões. Este é um filme controverso, mas sentimos que é importante que todos os lados do debate sejam ouvidos”.

https://maripili782703635.files.wordpress.com/2021/03/e9ad2-untitled9.png

A veracidade do conteúdo do programa foi disputada em muitos pontos e vários comentaristas o criticaram, dizendo que é parcial apresenta fatos fabricados e que a opinião prevalecente acerca do aquecimento global é apoiada por todas as academias científicas, países desenvolvidos e outras organizações científicas. O filme contraria as posições destas instituições entrevistando cientistas como Richard Lindzen e outros contribuintes para os relatórios do IPCC, que discordam das explicações que atribuem o aquecimento global a atividades humanas.A premissa central do filme é a de que o consenso científico atual sobre o aquecimento global tem muitas falhas científicas, e que interesses monetários escondidos nas instituições científicas e na comunicação social desencorajam o público e a comunidade científica a reconhecer ou mesmo debater isto. O filme explica o consenso científico como produto da “indústria ativista do aquecimento global”, desencadeada pelo desejo de fundos para investigação. Outros alvos são os ambientalistas ocidentais que, segundo o filme, promovem a energia solar e eólica na África em vez dos combustíveis fósseis mais baratos, impedindo o desenvolvimento do continente. O filme faz a pergunta: “…se a energia solar e eólica são demasiado caras para os Estados Unidos, como pode a pobre África ter-lhes acesso?”.Algumas das pessoas entrevistadas são Patrick Moore, fundador, mas nos últimos 21 anos crítico da Greenpeace; Richard Lindzen, professor de meteorologia no Massachusetts Institute of Technology; Patrick Michaels, professor e investigador de ciências ambientais na Universidade da Virgínia; Nigel Calder, editor da New Scientist entre 1962 e 1966; John Christy, professor e diretor do Centro da Ciência do Sistema da Terra da Universidade de Alabama, e Paul Reiter, do Instituto Pasteur e Piers Corbyn.

Médicos hablan claro sobre los bozales

NO a los bozales, solo les sirven para callarte, someterte, mantenernos recluidos e incluso enfermarnos.
Exige tus derechos; desobediencia activa.
Esto se acabará en el momento que queráis…. pero parece que no queréis ser libres.

https://www.elindependiente.com/wp-content/uploads/2020/08/mani-1440x808.jpg

4 comentarios sobre “A Grande Farsa do Aquecimento Global

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s